Despacho conjunto n.º 1051/2000, DR 251 Série II de 30 de outubro, Ministérios da Defesa Nacional e da Saúde

 A fim de estabelecer a eventual relação de causalidade entre a administração terapêutica de medicamentos hemoderivados e a detecção de doença infecciosa transmissível pelo sangue, determina que sejam registados todos os actos de requisição clínica, distribuição aos serviços e administração aos doentes de todos os medicamentos derivados do plasma humano utilizados nos estabelecimentos de saúde públicos e privados. 
Abrir documento Abrir documento ( PDF - 136 Kb )